Birras!

Quem é pai ou mãe sabe bem o que elas são. Uns têm mais sorte que outros e não aturam tantas cenas. A Madalena e as suas birras passam por fases. As vezes até chego a pensar que ela já não vai fazer mais birras porque acata melhor as minhas decisões, mas acabo sempre por ser brindada com uma birra maior que anterior e por um motivo mais estapafúrdio.

Muitas vezes não sei como reagir às birras dela. A estratégia que uso acaba sempre por ser a mesma, tento fazer-la ver que sou eu que mando e que por isso mesmo a vontade dela não impera. Confesso que 85% das vezes não funciona! Tenho que a “distrair” com outra coisa, nunca a posso forçar senão grita e esperneia e atira-se para o chão e chora que nem uma desalmada. Perante este cenario que muitss vezes é dantesco é nuito dificil manter a calma e a cabeça fria, mas é um jogo que com o tempo se aprende. Se quando Madalena lhe dá para fazer burra estiver a avó por perto tenta sempre ver se ela a apoia na sua decisão, mas normalmente ela está do meu lado. Acaba sempre arranjar forma de lhe dar a volta e a Madalena acaba sempre por fazer o que queremos. Muitas vezes demoramos eternidades só para sair de casa da avó porque ela quer ficar só mais um bocadinhuuuu…

Este ímpeto e esta força de viver e o querer decidir o que quer da vida aos quase 4 anos não é fácil de gerir. Muitas vezes fico triste e frustrada por ter que estar a ralhar e a chamar-lhe à atenção, mas parece-me não tem solução e por isso mesmo solucionado está. Um dia de cada vez o que em linguagem de mãe significa; uma birra de cada vez.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s