A festa de Natal

Na sexta-feira foi a festa de Natal da escola da Madalena. Para nós é uma estreia desta coisa de festas de Natal com direito a actuação da pequena. A Madalena portou-se bem, agiu como uma estrela… Até faz caras e tudo quando está a actuar. Não se limita a dançar mas interpreta mesmo a canção. A canção da sala dela foi a música da Carolina Deslandes – A Vida Toda. Aqui a mãe conseguiu conter as lágrimas, mas veio de coração cheio para casa. Os meninos estavam bem ensaiados e até cumpriram bem aquilo que tinham que fazer.

Agora vamos à análise de todo o cenário da festa. Eu não fazia ideia do que esperar de um dia destes, mas o cenário que me foi apresentado não estava nem próximo dos meus pensamentos. Eu e o Mário fomos juntos para a festa, chegámos 15 minutos antes e pensámos que ainda estávamos a ir muito cedo. ERRADO!!! As palavras do meu marido quando entrámos no salão onde ia ser o espectáculo foram: “Afinal era suposto tirar o dia de trabalho e vir marcar o lugar logo a seguir ao almoço!” Havia montes de gente sentada e muitas delas estavam a marcar vários lugares usando para isso chapéus de chuva, casacos e malas e sempre equipados da sua cara mais feia. Não fosse alguém atrever-se a pedir para se sentar num daqueles lugares preciosos. Ao olhar para as caras das pessoas apercebi-me que no publico da festa estavam não só os pais mas a família toda destas crianças. Já estava a prever que a festa ia ser uma confusão.

Assim que os meninos começaram a sua actuação foi como se por geração espontânea tivessem aparecido montanhas de telemóveis (alguns equipados com o selfie stick) e/ou maquinas fotográficas (algumas também com tripé) que diga-se de passagem não captam imagens nenhumas de jeito naquelas condições de luz e distância do palco. Eu mesma também tirei umas fotos à minha filha, mas sem sair do lugar e levantando-me uns segundo para o fazer e vi que estão uma m”#$%. Assim que as pessoas se colocavam de pé para filmar ou fotografar ouvia-se um coro de vozes a reclamar que não conseguiam ver nada. Se olhássemos para trás percebíamos que essas pessoas não estavam interessadas em VER mas sim em FILMAR. Ah já me esquecia, até havia uns que ligavam o flash do telemóvel, cegando as outras pessoas quando mudavam de direcção…

Havia muitos poucos pais realmente interessados em VER e DESFRUTAR daquele momento que não se vai repetir. E acredito que ver uma filmagem cheia de grão e com montes de cabeças à frente nos dará algum prazer. Eu até acho que muitas daquelas pessoas nunca mais vão ver aqueles filmes e ou fotos… Eu que sou uma adepta de fotos em papel sei que nunca iria imprimir alguma dessas fotos, ou seja ficariam perdidas para sempre num qualquer computador ou telefone.

A festa de Natal foi verdadeiramente para a Madalena, que teve os seus 5 minutos de fama. Nós ficámos felizes por ver como ela leva uma tarefa como esta a sério e como estava feliz!

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s