Dia 29 – Traphoto_folhas

Já começaram os tão temidos trabalhos de casa. Deste fim de semana ela tinha 3 folhas para fazer mas nada que ela não tivesse despachado com maestria. Hoje veio mais uma folha, nada de muito demorado, mas a felicidade de ter trabalhos para fazer diminuiu assim que começou a fazer a letra i.

Lá fez tudo, mas como a pressa para ir ver os desenhos animados era muita, a pintura da pobre da iguana ficou um bocado aldrabada. Mas está tudo bem!

Fiquei com uma dúvida existencial. É suposto eu “corrigir” os trabalhos de casa ou deixo ir para a escola tal e qual como ela fez?

Se por um lado ao “corrigir” a estou a ensinar, se não o fizer a professora vai ter a perfeita noção daquilo que ela já sabe e do não sabe e dessa forma saberá o que terá que “aprofundar”. Mas se pensarmos bem a professora tem 23 crianças na sala não terá certamente muito tempo para dedicar a cada um individualmente.

E por isso mesmo vou continuar a ajudar a minha filha para que ela consiga acompanhar os outros meninos. Isto digo eu que sou só uma mãe que também se sente como se tivesse acabado de entrar para a primeira classe.

Her homework. Oh gosh she is getting bigger each day.

Desafio – Update 3

Hoje quero começar com um pedido de desculpas, pois só agora é que me apercebi que estava em falta com a compilação das fotos do desafio #traphoto que tenho estado a fazer no instagram da semana passada. Por isso hoje vou deixar-vos aqui todas as fotos desde o dia 17 até ao dia de hoje.

Digam lá que não valeu a pena?
Na segunda-feira, dia 31 de Agosto, partilho convosco as palavras para o desafio do mês de Setembro. Será que consigo que mais alguém alinhe comigo?
Será um mês muito desafiante cá por casa, com o retornar dos meninos à escola…

Desafio Agosto – Update 1

Agora que já passou a primeira semana do desafio #traphoto e já estou a ficar com dificuldades em arranjar uma foto para o dia. Se quiserem saber no que consiste o desafio e se quiserem alinhar nesta brincadeira podem saber mais aqui.
Mas posso dizer-vos já que consegui “convencer” 3 pessoas a fazer o desafio comigo.
3 PESSOAS?!?!?
Vá, uma delas, o meu marido, foi “forçada” e já se baldou…

Posso dizer-vos que, mesmo sem ter um batalhão de pessoas a fazer o #desafio, coisa que gostaria que acontecesse não o vou negar, estou MUITO feliz por ter estas 3 pessoas, que já ocupavam um lugar especial aqui no meu coração, a alinharem nesta brincadeira.

Aqui estão as fotos que escolhi para esta semana.
Ver assim tudo juntinho até dá outro ar ao desafio.

Ainda só passou uma semana e eu já dou o desafio por superado.
Está decido, em Setembro vou fazer uma nova lista de palavras e voltarei a tentar surpreender-me (-vos) com as minhas fotos.

Já vos tinha dito que sou uma apaixonada por fotografia?

Desafio-te ou será desafio-me?

Último dia do #desafio #fms_photoaday e o balanço é bastante positivo. Conseguir quase todos os dias arranjar uma #imagem que fosse ao encontro do tema do dia foi complicado nuns dias, mas na maioria dos dias parecia que a palavra tinha sido escolhida à medida do meu dia.

A palavra de hoje era #natureza, e há lá sítio onde eu me sinto melhor do que no meio da natureza e mexer na terra.

Estou a pensar em criar um desafio como este mas com palavras em português e convidar todos os que me seguem a tentarem fazer o mesmo. Publicar uma foto por dia tendo como inspiração a palavra do dia. O que acham? Haveria alguém disponível a alinhar contigo?

Se não houver não faz mal farei eu por cumprir o meu próprio desafio. 😁😉

#trapices #fms_pad #nature #photography #photooftheday #happydays #happyplace #fms_nature

Ora dá cá dois!

Ontem foi dia de festa… dentro das regras que este tempo louco nos obriga. Não podemos convidar todos os familiares e amigos como gostamos de fazer.Mas isso não nos impediu de celebrar.
O tema da festa escolhido foi o Pocoyo. O Pedro adora-o e ver esses desenhos é muitas vezes a única forma de o convencer a comer ou a parar de chorar. Bendita Netflix. A Madalena também é uma fã destes desenhos animados, por isso foi ouro sobre azul.
Confesso-vos que não estava com espírito para festas, na verdade até estava com mais vontade de chorar do que sorrir. Estava melancólica e sem vontade de fazer nada. Eu adoro festejar, estar com a família e amigos, adoro fazer churrascos, de juntar todos em torno da mesa recheada de comida e bebidas frescas. Este ano isso não ia acontecer…

O meu humor mudou quando a minha filha me perguntou se não íamos enfeitar a sala para a festa do Pedro e cá dentro fez-se click. Ela quis decorar a casa para fazer uma surpresa ao irmão, tal como eu costumo fazer com ela. Ela até permitiu e colaborou na decoração com balões.

Quando o irmão acordou a sesta e veio para a sala ela gritou SURPRESA!!!

Foi o inicio da festa! Desde desse momento houve música, dança, comida, bebida, gargalhadas e boa disposição.
Não celebrámos como costumamos fazer, mas também não deixámos que este covide dum raio nos roubasse o dia e a alegria.
Ele nunca se vai lembrar que este ano foi diferente, a irmã recordará a festa que ela organizou e eu vou-me lembrando que eles crescem rápido demais e que tenho que aproveitar TODOS os momentos.