Ora dá cá dois!

Ontem foi dia de festa… dentro das regras que este tempo louco nos obriga. Não podemos convidar todos os familiares e amigos como gostamos de fazer.Mas isso não nos impediu de celebrar.
O tema da festa escolhido foi o Pocoyo. O Pedro adora-o e ver esses desenhos é muitas vezes a única forma de o convencer a comer ou a parar de chorar. Bendita Netflix. A Madalena também é uma fã destes desenhos animados, por isso foi ouro sobre azul.
Confesso-vos que não estava com espírito para festas, na verdade até estava com mais vontade de chorar do que sorrir. Estava melancólica e sem vontade de fazer nada. Eu adoro festejar, estar com a família e amigos, adoro fazer churrascos, de juntar todos em torno da mesa recheada de comida e bebidas frescas. Este ano isso não ia acontecer…

O meu humor mudou quando a minha filha me perguntou se não íamos enfeitar a sala para a festa do Pedro e cá dentro fez-se click. Ela quis decorar a casa para fazer uma surpresa ao irmão, tal como eu costumo fazer com ela. Ela até permitiu e colaborou na decoração com balões.

Quando o irmão acordou a sesta e veio para a sala ela gritou SURPRESA!!!

Foi o inicio da festa! Desde desse momento houve música, dança, comida, bebida, gargalhadas e boa disposição.
Não celebrámos como costumamos fazer, mas também não deixámos que este covide dum raio nos roubasse o dia e a alegria.
Ele nunca se vai lembrar que este ano foi diferente, a irmã recordará a festa que ela organizou e eu vou-me lembrando que eles crescem rápido demais e que tenho que aproveitar TODOS os momentos.

Os meus patinhos

Uma das coisas que me dá mais prazer é ver os meus filhos a brincar. Se brincarem os dois juntos sem choros e gritos pelo meio melhor ainda. Espero pelo dia em que isso aconteça, por agora é vou gerindo como posso toda esta dinâmica.

Foi bom…

Mas está na hora de voltar à realidade.

Que também é muito bom.

E ter momentos destes só depende de nós e da nossa vontade de fugir da rotina.

Como é pai alinhas nas minhas aventuras?

Vamos fugir mais vezes?

Temos é que levar as crianças. 😁

E vocês?

De férias e a aproveitar o tempo disponível para mimar a minha filha que mostra cada vez mais que precisa de mim e da minha atenção.

Ser mãe de dois tem destas coisas…

Nem sempre consigo estar presente para ela.

Se me sinto culpada com isso?

Às vezes sim.

E vocês?

#trapices #vidademae #maededois

Primeiro aniversário

Passou um ano desde do dia em que te tive nos braços pela primeira vez.

Lembro-me (e lembrarei sempre) como foi atribulado o teu nascimento. Lembro-me (e lembrei sempre) como respirei de alívio quando finalmente te vi. Lembro-me (e lembrarei sempre) a cara de aflição do teu pai ao ver todo aquele aparato. Lembro (e lembrarei sempre) o ar embevecido do teu pai quando te pegou ao colo pela primeira vez. Sabes uma coisa Pedro era igualzinho ao que ele fez quando pegou na tua irmã pela primeira vez.

Só tive noção de como as coisas tinham corrido bem (e de como podiam ter corrido mal) quando estive contigo sozinha aquelas 3 horas no recobro.

Aí chorei… De alívio… E dei (e dou todos os dias) graças a Deus por estar ao meu e ao teu lado naquele dia.

Nunca vou esquecer (e vou contar-te quando entenderes) como foi a reação da tua irmã quando te viu pela primeira vez. Vou contar-te como ela cantou para ti enquanto te segurava no colo e como eu chorei baba e ranho ao vos ver os dois juntos.

Hoje tu és o meu mundo não azul como eu achava mas de todas as cores porque tu trouxeste muito colorido á minha vida.

A tua gargalhada fácil e o sorriso aberto são tudo o que eu preciso para me sentir a mãe mais sortuda do mundo.

#trapices #vidademãe #mãe #mãededois #mãeblogger #feliz #filhoslindossãoosmeus #mom #mother #maededois #playtime #instaphoto #instamom #motherhood #motheroftwo #talmaetalfilha #mulher #baby #happydays #loveofmylife #happy #talmaetalfilho #primeiroaniversario #soufeliz