Um

Um belíssimo artista que eu tenho cá em casa.

Um monte de cartas do Lidl e do continente e um alguidar e estava feita a festa. Esteve sossegado enquanto eu jantei. Na verdade esteve sossegado demais, coisa que eu estranhei… Mas não perdi pela demora, quando dei conta já ele tinha comido parte de uma carta. E estava muito orgulhoso foi d segue belo feito!

My kid has his head full of great ideas.

Casa de Gengibre

Pela primeira vez fiz(emos) uma casa de gengibre.

Os colega de trabalho do pai tiveram uma ideia fantástica para substituir o tradicional lanche de Natal: UM CONCURSO DE CASAS DE GENGIBRE!!!

Não ganhámos o concurso, mas ganhamos tempo de qualidade em família e esse era o objetivo do concurso.

E o Pedro?

Esteve a dormir a sua sesta enquanto tratamos deste assunto, caso contrário não haveria casa para mostrar porque guloso como ele é certamente ia começar a lamber e a comer tudo o que conseguisse deitar a mão.

E a Madalena?

Esteve deliciada com o processo todo, mas a meio achou que era melhor provar as decorações e percebeu que açúcar nunca fez mal a ninguém.

E o pai?

Esteve feliz da vida a tirar fotos “ao seu” projecto!

E a casa de gengibre?

Ainda não tivemos coragem de lhe deitar o dente, mas tendo em conta o cheirinho a bolachas que a casa tem não deve durar muito mais tempo intacta!

Mãe

Mãe,

destes dois pestinhas que eu amo mais que tudo.

Eu sempre quis ter mais que um filho, na verdade eu até gostava de ter uma família numerosa… Com muitos filhos. 🤷

Eu ainda não me despedi da barriga de grávida e ainda não consegui desfazer-me das roupinhas de bebé. Ainda guardo alguns vestidos de quando a Madalena era bebé e algumas das roupas dos primeiros meses do Pedro. Porquê? Não sei. A verdade é que já doei muita roupa deles mas algumas ainda me fazem chorar só de pensar que não vou voltar a ter um bebé pequenino nos braços.

Esta vontade de ser mãe novamente passa-me cada vez que eu me lembro de como é complicado gerir tudo com duas crianças pequenas.

Passa-me quando o Pedro, que é o verdadeiro teste á minha vontade de ter mais filhos, faz mil malandrices de seguida.

Passa-me quando vejo que não tenho tempo e força de vontade para me sentar no sofá e ver um filme, uma série ou fazer ponto cruz como eu tanto gostaria.

Mas depois acontece como hoje e dou com eles os dois a brincar juntos e a rir à gargalhada. E aí penso que fiz bem em ter mais que um filho e que quem sabe se um dia terei coragem, ou amnésia, suficiente para me atirar de cabeça para um terceiro.

Mother of two, but still don’t know if some day will be three.

Já era!

A paga que tens por teres privado a tua filha de comer doces enquanto era pequena é teres um filho que assalta o calendário do advento que tu compraste para eles partilharem.

O puto é tão bom que conseguiu descobrir onde estava o único ovo Kinder que o calendário traz. O raio do ovo estava escondido no dia 24 de Dezembro!

A cereja no topo do bolo é só dares conta que ele o comeu porque ele tem a bola com o brinde na mão enquanto tentava devolver o calendário ao local de onde o tirou.

Enquanto eu apanhava a roupa do estendal o pequeno ladrão conseguiu arrombar a janela do calendário e comeu o ovo sem sujar os beiços e até deitou o papel no lixo.

A irmã estava vidrada na TV e nem deu pelo assalto.

#traphoto_presente

O melhor presente são estes dois.

The best gift ever.