Estamos confinados, não é novidade para ninguém.

Já andamos nesta história do Covid quase à um ano e eu por mais tempo que passe não consigo aceitar que não conseguimos travar o bicho.

É necessário fazermos algo.

Cada um na sua medida. Pedem-nos, neste momento que fiquemos em casa, que limitemos as nossas deslocações ao essencial. Os serviços de saúde estão a rebentar pelas costuras, daqui a pouco tempo estamos com as morgues cheias e as carrinhas funerárias vão começar a fazer filas para o cemitério como se viu em Itália.

Mas mesmo assim as pessoas não estão a colaborar, não estão a ter noção do nível de gravidade desta pandemia.

Não podemos culpar o governo por ter deixado as pessoas saírem durante o Natal, ou por não fecharem escolas agora.

Se fossemos todos responsáveis, se todos pensarmos muito bem antes de fazer as coisas não estávamos nesta situação. E não pairava uma nuvem negra sobre as nossas cabeças cada vez que deixamos os nossos filhos na escola.

Vivemos (felizmente) num país livre e não deveria ser preciso impedir as pessoas de andar na rua a passear (trelas sem cães) ou a fechar todos os cafés e afins porque se não dá para beber lá dentro eu fico na “esplanada”…. Eu não estou a fazer nada de mal, a lei permite (já dizia a outra).

Vamos voltar a unir-nos a pensar como uma nação valente, porque na verdade não somos imortais.

Let’s beat the bug and be free!

Limpar

Sou só eu que levo uma vida inteira sempre a limpar e continua tudo sujo?

Esta carpete é o maior dos meus pesadelos, NUNCA está limpa.

É por isto que eu não sou uma verdadeira blogger e influencer da vida! 😂 Elas têm todas as coisas sempre todas arrumadas e limpas! 🤷

It looks like it is going to be a traffic jam.

Hoje

Hoje foi feita de arrumar o natal, mas ainda sobram estes 4.

Um para cada, mas mesmo assim aposto que vai dar confusão.

These four are the last trace of Christmas in our house.

Let’s see for how long.

Dia

Hoje foi o dia em que a nossa surpresa chegou ao seu destinatário.

Estes foram enviados ainda em 2020 e feitos propositadamente para cada um dos destinatários. A Madalena idealizou e executou cada um dos postais.

Eu preenchi algumas partes e fui levar aos correios.

Nós fomos felizes a fazer os postais e esperamos que quem os recebeu que tenha tanta ou mais felicidade.

O amor é para ser espalhado e enquanto houver covid esta é mais uma forma de o dar aos outros.

Made with love. ❤️

Comida

Comida.

Sempre tive uma relação amor ódio com ela.

Adoro comida, fazer e comer.

Mas também como já o disse muitas vezes eu como os meus problemas.

Trabalhar a partir de casa faz com que eu esteja mais próxima do frigorífico e da dispensa e isso já se fez notar na balança.

Dietas para mim não servem não porque não consiga emagrecer, mas porque so de pensar que não posso comer isto ou aquilo da vontade de viver aumenta.

Enfim passará por alterar hábitos gradualmente e tentar conter melhor, estar mais afastada do frigorífico e da dispensa. Tudo isto acompanhado de vontade de me mexer e desanuviar a mente.

Resolução de novo ano não é comer melhor, mas sim cuidar de mim e isso vai-se refletir na minha forma de comer.

Sea food rice, the portuguese way!