E agora férias

Hoje a minha filha terminou o seu primeiro ano de escola.

Foi uma viagem do caraças. Ela esteve sempre à altura do desafio. Mesmo quando nos fecharam novamente em casa e ela teve que passar ter aulas online.

Ver a minha filha entrar naquela escola todos os dias, na “mesma” escola onde eu também já estudei é algo de mágico.

Ver tudo aquilo que ela aprendeu este ano deixa-me completamente fascinada. Nunca ela se queixou de ter trabalhos de casa ou de as aulas serem uma seca. Lá vira o dia eu sei mas por agora posso dizer que ela gosta mesmo da escola.

Agora venham as férias, os horários flexíveis, os dias de brincadeira, os dias de praia, a aldeia colorida e sei lá mais o quê.

TU MERECES TUDO FILHA.

A mãe está babada e ainda se pergunta onde foi parar a minha menina pequenina…

Da minha horta

Qualquer dia posso mandar os meus legumes para o Guiness.

Está publicação serve para comprovar quem tem 🍅🍅 cá em casa e que são grandes e de boa qualidade.


Já agora aproveito para partilhar convosco uma piadola que o meu filho faz.

O que diz o tomate para a tomata?
Tu matas-me!

Adeus e boa noite 😁

Voltei

Já nem lembrava o quanto gostava de fazer isto.

Entre confinamentos, estadias em casa com crianças, tempo dedicado apenas à escrita acabei por passar pouco tempo no laboratório durante o último ano e meio.

É ali que eu também estou feliz.

Hoje estou podre mas satisfeita por poder estar novamente a fazer perguntas e propor respostas.

PS: escrever em tampas de eppendorfs não é mesmo a minha cena!

Colinho

A aproveitar enquanto ele me quer como sua almofada.

Como é que o meu bebé cresceu tão rápido.

Amor

Quando estás no lodo e te sentes uma m….

Quando tens um dia de m….

Quando a semana está a ser uma valente m….

Quando só não choras porque estás sozinha com os miúdos.

Abres um caderno para trabalhar e dás com um desenho e uma mensagem da tua filha que te faz esboçar um sorriso.

Pode ser uma ilustração

Não resolveu os meus problemas, mas fez-me pensar que não posso desistir nem entregar-me à tristeza porque tenho o melhor do mundo: AMOR!