39

39…

O último dos intas…

Não celebrei como gosto com muita gente e confusão à mistura.

Mas celebrei o melhor que pude.

Pode ser uma imagem de bolo e texto

Comi e bebi (talvez um bocadinho a mais) com aqueles que amo mais do que a mim mesma.

O número 39 não me assusta, é apenas mais um marcador para aquilo tudo que já vivi e lutei.

Se alguma vez pensei como seria a minha vida da aos 39?

Não pensei mas certamente não chegaria aos pés daquilo que tenho: AMOR!

Obrigada Senhor por todas as bênçãos