Adoro fotos

Remexer em álbuns e caixas, reviver momentos bons.

Rever caras que nunca nunca se esquecem.

Às vezes ainda consigo sentir o cheiro das coisas, dos bolos de aniversário, dos dias no fornelo a apanhar uvas, do lagar quando as estava a pisar… tantos outros cheiros estão na minha memória.

A minha infância foi feliz, com os verões junto ao mar… na verdade era mesmo dentro do mar que eu estava bem.

espero um dia que a minha filha partilhe com o irmão e com os primos aquilo que eu partilhei (e ainda partilho) com os meus: o amor!

Estamos a gastar os últimos cartuchos

Como o tempo não convida a banhos…

… fazemos desenhos.

Porque tu és tudo o que importa

Mais um dia na praia fluvial