Hoje fomos dar comer aos patos

Mais um dia na praia fluvial

Visita a Paris – Lote 2

Ainda me faltam mais 2 dias de fotografias. Vou fazer mais uma escolha e amanhã mostro-vos.

O Carro do Pai

Ontem fui ao IKEA trocar um móvel que o marido trouxe enganado e que só custou mais 35 do que eu queria. Mas isso é outra história. Fui de pendura, coisa que agora é raro porque é no meu carro que está a cadeira da M. e é mais simples ser eu a conduzir do que andar a trocar a cadeira. E verdade seja dita eu gosto muito de conduzir. Tive oportunidade de ir a olhar para os outros carros com outros olhos, não é que não olhe para eles quando sou eu a conduzir. Então ao passar por um carro com um para-sol no vidro lateral traseiro com uma Minnie pensei que fofo que isto ia ficar no meu carro (pois os que tenho são pretos e aborrecidos). Até aqui tudo bem! Quando acabamos de ultrapassar o carro vejo que o condutor é um homem, super másculo e bem parecido. Claro que me desmanchei a rir.

Lá dei por mim com os pensamentos a vaguear… Então um homem super-másculo com uma Minnie no carro só pode ser pai e as figuras o que os pais fazem pelas filhas. O seu símbolo de masculinidade marcado com a delicadeza da sua filha. Só os fazem mais atraentes aos nossos olhos, pelo menos aos meus fazem. Não há nada mais delicioso que ver o meu marido a brincar ao caiu com a M., a dançar como o panda ou a fazer qualquer outra figura ridícula só para a entreter. É nestes momentos que eu tenho a certeza que não podia ter escolhido melhor pai para a minha filha. É nestes momentos em que dou por mim a pensar como eu vos amo. Mas este sentimento de amor pelo homem pai também é despertado em mim quando vejo outros homens pais a tomar conta dos filhos e a brincarem com e como eles.

Bolas estou mesmo lamechas…. raios parta o para-sol da Minnie que me levou a pensar estas coisas.

Bem bom…

Os dias de sol são tão bons trazem com eles as flores e os passeios na rua.