Apreciar

A vida é muitas vezes dura.

Batemos de frente com realidades que são muitas vezes piores que a nossa.

Mas também convivemos com pessoas que do nosso ponto de vista têm a vida mais fácil que a nossa.

Cada vez mais tenho a certeza que temos que viver cada dia e agradecer a Deus pelas suas bênçãos. Não devemos olhar para o outro e invejar/comparar aquilo que ele tem com o que nós temos.

Para mim ter uma vida boa é desfrutar de coisas pequenas como fazer bolinhos com a filha.

Rir com vontade do fato dela aproveitar a farinha para fazer desenhos. E ao mesmo tempo não deixar de pensar que ela um dia será, quem sabe, uma artista.

Ficar feliz porque ela apesar de não comer bolos insistir em levá-los para a escola para repartir com os amigos.

Sentir que estou a criar um bom ser humano quando ela faz questão e fica feliz por partilhar com os outros.

Dar graças e valorozar os pequenos detalhes, como por exemplo o fato de o Pedro já comer uma bolacha inteira pela mão dele. E ao mesmo tempo já ter a esperteza para a dividir com o cão quando já está farto de comida.

Pensar ao fim de um dia, que não teve nada de especial, que na verdade para mim para ser feliz bastaria que fossem todos assim.

Está bem podiam ser todos assim excepto a chuva que uma mãe tem sempre roupa para secar.

Obrigado Luisa Sobral!

Não fiques triste se eu
Parecer desligada
Isso não quer dizer
Que não esteja apaixonada
Enquanto outros escrevem
Poemas, declarações
Eu sinto mas baixinho
Sem mostrar as emoções
Quero que saibas meu amor
Também eu arrasto asa
E há uma festa cá dentro
Sempre que chegas a casa
E quando acordo e vejo
Que ainda não foste embora
É noite de santos cá dentro
Mesmo não se ouvindo aí fora
Perdoa então meu bem
O meu modo abrutalhado
Porque este amor apesar de grande
É também
Envergonhado
Obrigado Luisa Sobral!

Vida de mãe (cansada)

A semana ainda vai a meio e eu já estou a rezar pelo fim de semana.

Conciliar trabalho e dois filhos é complicado.

Faz-se mas o corpo já acusa o cansaço.

Faço mil e um planos de coisas que quero fazer depois deles estarem a dormir mas acaba tudo sempre por sair furado.

Estou muito cansada mas quando tenho nos braços os meus filhos nem me dou conta disso.

#trapices #vidademãe #mãe #mãededois #mãeblogger #feliz #filhoslindossãoosmeus #mom #mother #maededois

Uma noite de “folga”

Fui (fomos) usufruir do presente de Natal que o meu marido me ofereceu.

Fomos ouvir o concerto da Luísa Sobral. Já conhecia a sua rosa, ouvi muitas vezes no spotify… mas hoje ao vivo teve outro sabor.

Esta noite de folga só foi possível graças ao apoio dos avós. Se não tivéssemos uns avós próximo e com disponibilidade para acolher os miúdos nada disto era possível.

A folga de hoje incluiu jantar fora e tudo. Os meninos ficaram a dormir na casa dos avós e ao fim de quase 7 meses vou dormir (ou não porque já me conheço) sem o Pedro estar ao meu lado.

Ele não dorme comigo, mas está à distância de um braço. Conheco-lhe todos os ruídos e o que significam. Já sei que perdeu a chucha e que vai chorar mesmo antes dele o fazer… É por isso que hoje, apesar de saber que ele está bem, não vou conseguir dormir apenas vou estar de olhos fechados à espera da manhã.

É nestas alturas que eu sei porque a minha mãe não dormia enquanto eu não chegava a casa… aiii ainda vêm longe esses dias e eu já sofro.

Eu sei sou tola… soy sim uma mãe tola!

Ps: agora já posso ouvir a rosa no carro porque já tenho o cd, autografado e dedicado a todos os membros da família. A minha família, fruto do amor, amor esse que ela canta tão bem!

Mãe, um trabalho a tempo inteiro.

Pois é, tudo verdade.