Perturbações do sono

Ando claramente com um défice de sono desde que engravidei. No meu caso a necessidade de dormir mais do que realmente estava a dormir notou-se logo no primeiro mês de gravidez. Primeiro eram as noites inquietas a pensar que poderia estar grávida e em tudo o que isso implicaria. Depois de já ter a gravidez confirmada era o ter que dormir de barriga para cima ou de lado, porque não sei quem me disse ou onde eu vi que devia deixar de dormir de barriga para baixo, a minha posição de eleição. Depois foi mesmo o raio do sono que ficou alterado acordava matematicamente às mesmas horas, umas 3x por noite. Ora porque tinha fome, ou tinha sede, ou tinha azia ou porque não tinha absolutamente nada. O certo é que quando a M. nasceu ela acordava para comer exatamente a essas horas. Isto do instinto mãe é algo muito estranho e assustador. 
Agora que ela já tem 15 meses e já deixou de ter que comer durante a noite acorda sabe-se lá porquê e choraminga sempre à mesma hora, 4h30 da madrugada. Eu levanto-me e na grande maioria das vezes basta dar-lhe um bocadinho de água e meter a chucha novamente e ela fica a dormir até às 10h da manhã. É uma anjinha.
Perguntam-se vocês porque me queixo. Queixo-me porque mesmo quando ela não chora a esta hora eu acordo pontualmente às 4h30. E muitas vezes tenho dificuldade em voltar a adormecer. Fico a pensar que ela ainda vai choramingar e que poderá chamar por mim. E acabo sempre por me levantar e ver se está tudo bem com ela. E lá se vai o sono. Sabem há vezes que eu acordo antes de ela choramingar, parece que já estou a prever o seu choro.
Dito isto quando será que volto a dormir uma noite descansada? Quando ela for adolescente não será porque vou estar muito preocupada com as doideiras que ela andará a fazer.
Ah e o Pai? O Pai dorme sempre como se nada fosse, excepto se ela estiver a gritar como se tivesse possuída pelo demónio.

Ser Mãe é estar em permanente estado de alerta e adorar todos os segundos. 

Mammy post #26 – Perder peso

A maternidade é uma coisa fantástica AMO  minha filha mais que tudo. Mas esta coisa de ter que perder o peso todo que ganhei está a transformar-se num problema. Passo a explicar, eu já sou uma pessoa para p grande e pesada desde os meus 15/16 anos. Nunca soube o que era ter uma barriga lisa, verdade seja dita também nunca me dediquei a fazer por isso. Adoro comer, conviver em frente de uma mesa repleta de petiscos que são a minha perdição dá-me um prazer enorme. Quando a minha M. nasceu eu achei que estava relativamente bem, ao fim de 15 dias / 1 mês estava bem mais pequena, pedi muito volume e as montanhas de celulite que me apareceu mais para o final da gravidez. Todos me diziam mas tu estás muito bem para quem acabou de ser mãe! O tanas é que estava! Deviam ter-me dito que estava uma lontra gorda daquelas que se rebolam ao sol! ( não sei se elas fazem isso…. 😛 ) Tinha sido muito bom para eu começar logo desde o inicio a fechar a boca.

Passados 5 meses tenho uns 7/8Kg que já deviam ter ido à vida, mas eles teimam a ficar. Até me está a parecer que estou a aumentar de peso. Shiuuuu, não digam a ninguém!

Já não me queixo da flacidez da barriga que isso penso que nunca vou conseguir  contornar, visto que eu nunca fui elegante de barriga. Estou a mentalizar-me que tenho que comer menos e menos porcarias. Ando a resistir às massas e ao arroz. Ah e o PÃO a minha perdição reduzi para apenas 1 por dia andava a comer uns 3, hábitos da gravidez que tenho que eliminar. não sei se faço bem ou não mas estou a tentar resistir ao máximo. Chocolates nem vê-los, verdade seja dita nunca fui muito de chocolates apenas durante a gravidez é que babava por chocolate e comia tudo que o contivesse.

Vale-me as aulas de Zumba que ajudam a não aumentar mais do que já aumentei… com jeitinho, muita dedicação e boca fechada vão ajudar-me a voltar ao que era. Não era elegante mas estava muito melhor do que estou agora.

Mammy Post #23

Tenho cá para mim que ela me andou a ler os pensamentos leiam tudo aqui -> Adiar a Maternidade pela profissão.

Pregnant post nr 28

Pregnat post nr 27 – Crafts